quarta-feira, 12 de abril de 2017

#FamososQuePartiram - Jorge Lafond, conhecido por interpretar a personagem 'Vera Verão'

Jorge Lafond morreu aos 50 anos vítima de problemas cardíacos. Ele era hipertenso e portador do vírus HIV
Nome Completo: Paulo Jorge Ribeiro Sousa Lima
Data de Nascimento: 29 de março de 1952
Local: Rio de Janeiro (RJ)
Profissão: ator, humorista e dançarino
Data de Morte: 11 de janeiro de 2003
Local: São Paulo (SP)
Principal(is) Personagem(ns): Vera Verão, em A Praça É Nossa (1987-2003)

Jornal do País, Wikipédia, MSN

O artista usava o nome artístico de Jorge Lafond, e era conhecido por ser o intérprete da personagem Vera Verão, que aparecia no programa humorístico A Praça É Nossa, do SBT. Jorge morreu aos 50 anos na madrugada de sábado, dia 11 de janeiro de 2003, após ter passado 14 dias internado no hospital e maternidade Cepaco, zona sul da cidade de São Paulo. O corpo de Lafond foi enterrado no Cemitério do Irajá, na Vila da Penha, no Rio de Janeiro. Ele era hipertenso e portador do vírus HIV.
Alguns fãs de Jorge Lafond pressupõem que a outra causa de sua morte foi a implicância do Padre Marcelo Rossi com sua participação no quadro do programa Domingo Legal, 'Homens X Mulheres', em 10 de novembro de 2002. Como Lafond estava caracterizado de sua personagem, Vera Verão, integrou o time das mulheres, o que fez o padre pedir a retirada do comediante da atração. Constrangido e amargurado, ele não retornou ao programa. Uma semana após este incidente, Lafond foi internado em estado grave, com problemas cardíacos, provavelmente por conta do mal estar nos bastidores do Domingo Legal. Nas semanas seguintes, foram várias as suas entradas no hospital, sendo a última em 28 de dezembro de 2002, quando seu problema de saúde se agravou com uma crise renal, levando-o à morte.

Jorge Lafond caracterizado como sua personagem de maior sucesso, Vera Verão
Desde sua infância, Jorge já tinha consciência de que era homossexual, mas conta que procurava "andar na linha" para que os pais não descobrissem sua condição sexual. Começou a trabalhar cedo, aos dez anos, em uma oficina mecânica, e nos finais de semana, num parque de diversões. Por diversas madrugadas, trabalhou em vários cabarés no Rio de Janeiro, e só acabava às 5 da manhã.
Era formado em teatro pela Uni-Rio, além de ter estudado balé clássico e dança africana. Sua carreira artística começou aos 20 anos, viajando por toda Europa e tendo passado nos Estados Unidos, quando integrava uma companhia de dança de Haroldo Costa, onde permaneceu por 10 anos. Foi integrante do corpo de bailarinos do Fantástico, em 1974, trabalhou no programa Viva O Gordo, de Jô Soares, participou do especial 'Plunct, Plact, Zuum' e da novela Sassaricando (1987).
Sua carreira só foi consolidada mesmo com a personagem Vera Verão, do programa A Praça É Nossa, onde permaneceu por 10 anos. Vera dizia sempre o bordão "Eeeeeepa! Bicha não, meu amor! Veja lá como fala. Eu sou uma quase mulher".
Tornou-se um dos ícones do carnaval ao ser um dos primeiros destaques masculinos a desfilar nu na Beija Flor.

Jorge Lafond em 1985




Entrevista à Revista Amiga em 1985: